A GNR vai realizar até domingo, dia 26, uma operação de fiscalização de veículos pesados de passageiros para garantir a segurança dos utilizadores e reduzir os índices de sinistralidade rodoviária.

A ação irá incidir sobretudo no âmbito da fiscalização do transporte de passageiros, destacando-se a falta de alvará, de licenciamento ou de requisitos dos veículos, de dísticos e certificado, o não cumprimento dos itinerários e horários, das regras relativas à instalação e uso do tacógrafo, na condução sem carta de qualificação de motorista, excesso de lotação, distanciamento de segurança entre utentes e uso de equipamentos de proteção individual, transporte de passageiro sem uso do cinto de segurança ou sistema de retenção para crianças e outras infrações relativas às caraterísticas técnicas do veículo e equipamentos obrigatórios, nomeadamente, portas e janelas, extintor, caixa de primeiros socorros.

A operação da Guarda Nacional Republicana (GNR) iniciou esta segunda-feira, dia 20.

De acordo com a GNR, entre 2017-2019, ocorreram mais de 16 900 acidentes envolvendo veículos pesados de passageiros, dos quais resultaram 25 vítimas mortais e 77 feridos graves. “Do universo dos veículos pesados, assume especial sensibilidade o transporte público de passageiros, na medida em que o incumprimento dos normativos legais, principalmente ao nível das regras de segurança, violação de tempos de condução e repouso ou a adoção comportamentos de risco poderá colocar em causa a segurança e integridade física de um elevado número de passageiros”, refere a força militar.

loading...
Share.

Deixe Comentário