Há trinta mil euros do Orçamento Municipal disponíveis a ser geridos pelas crianças e jovens do concelho. A medida de participação cívica “Autarquia Jovem” abrange três grupos: primeiro ciclo; segundo e terceiro ciclos; secundário e associações juvenis (estas no registo nacional do associativismo jovem).Por conseguinte, a referida verba do orçamento será distribuída por três grupos, cabendo dez mil euros a cada projeto selecionado.
Nesta primeira fase, até 30 de março, há a elaboração e apresentação de propostas; em abril, seguir-se-á a análise e divulgação das propostas admitidas; e as sessões das assembleias para debate e votação.
O presidente da Câmara, Alberto Machado considera que os mais novos devem ter uma palavra a dizer nos destinos do concelho e nesse sentido devem ser disponibilizados meios financeiros para os projetos que queiram ver realizados. O incentivo ao debate de ideias e conceção de projetos capazes de serem materializados visa incrementar uma cidadania ativa no concelho.
A medida enquadra-se na Carta de Compromissos da RAP – Rede de Autarquias Participativas. Esta estrutura contribui “para a sinalização, disseminação, qualificação e divulgação dos processos de democracia participativa no país”. A rede visa, entre outros objetivos, promover a democracia participativa, facilitar a troca de experiências e reforçar uma gestão pública transparente.

loading...
Share.

Deixe Comentário