Já com o título de campeão nacional de velocidade garantido, o flaviense Rui Reigoto conquistou a última prova do campeonato, que decorreu no passado fim-de-semana no Autódromo do Estoril.

Apesar de já ter assegurado a conquista do título de superbikes, tornando-se o piloto mais velho a conquistar o campeonato, depois do regresso à competição em 2015, o transmontano voltou a vencer.
Atrás de Rui Reigoto ficou Tiago Magalhães e Romeu Leite, que fechou o pódio, na última corrida do ano.
“Tudo isto deve-se à excelente equipa que tenho, aos meus patrocinadores, amigos e todos os concorrentes do Campeonato Nacional de Superbike. Foi lindo ter terminado com uma vitória e voltado a rodar no segundo 43, quando muitas pessoas diziam que nunca ia fazer 46. Ainda tenho mais para dar amigos, ainda sou um jovem, com muita vontade de aprender e vir andar ainda mais rápido”, destacou o piloto de Chaves.

André Pires é vice-campeão
Embora sem pontuar na última prova, o piloto de Vila Pouca de Aguiar, André Pires, sagrou-se vice-campeão nacional.
Os pontos acumulados até à última prova permitiram ao transmontanos conquistar o vice-campeonato.

DC

Share.

Deixe Comentário