Decorreu, no domingo, dia 30 de julho, no pavilhão multiusos de Valpaços a apresentação dos candidatos do PSD de Valpaços às Autárquicas de 2017, contando com a presença de Pedro Passos Coelho. Amílcar Almeida recandidata-se pelo PSD a um segundo mandato à frente dos destinos da autarquia, com a missão de “travar o despovoamento e ajudar os jovens a fixarem-se no concelho”.

A apresentação da candidatura do PSD às autárquicas de 2017 pelo PSD ao concelho de Valpaços, que contou com a presença do presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, iniciou com o anúncio das listas às juntas de freguesia, seguindo-se a apresentação da lista à Assembleia Municipal, encabeçada por António Sernache de Sousa e, finalmente, a lista à Câmara Municipal de Valpaços, liderada por Amílcar Almeida.

Amílcar Almeida, na sua intervenção, salientou que “ao fim de quatro anos à frente da autarquia, prometemos pouco, mas fizemos muito”, destacando os investimentos realizados em infraestruturas, a promoção do setor primário e os seus principais produtos, os apoios sociais, à cultura e ao desporto.

A par dos investimentos realizados, para Amílcar Almeida, “a sustentabilidade financeira do município de Valpaços foi um feito notável”, uma vez que “conseguimos reduzir a dívida em 57%, mais de 6 milhões de euros e, ao mesmo tempo, conseguimos fechar o ano de 2016 sem qualquer dívida a fornecedores”.

A reabertura do Hospital da Misericórdia de Valpaços, que representa um investimento de cerca de 3 milhões de euros, pagos em metade pela autarquia e pela Santa Casa, é, para Amílcar Almeida “um feito notável, mas também um projeto com muitos riscos, porém sabemos da sua importância para a população valpacense e não tivemos receio de arriscar, uma vez que a saúde é um bem precioso”.

Para o próximo mandato, a palavra de ordem é “continuar a obra”, pois o “caminho faz-se caminhando, e não virando páginas em branco”. Continuar com a promoção dos produtos locais “levando os produtos da terra mais longe e a novos mercados e, como retorno desta promoção e a divulgação, mais jovens se fixarão na terra, lançarão as mãos à terra e farão desta a sua atividade”. E, ao mesmo tempo, porque “temos potencialidades, queremos abrir os canais para que haja também oportunidades, promovendo a diversificação das atividades económicas, com um especial enfoque ao turismo”.

Nesta área do turismo, “temos projetos muito interessantes no que respeita ao Portugal 2020”, salientando “uma ecovia de 63 quilómetros, junto ao rio Rabaçal, com observação de aves aquáticas e também uma piscina com queda de água para o rio”, entre outros projetos. Valpaços precisa de “apostar em projetos que levam à criação de emprego e à fixação dos nossos jovens, pois queremos inverter o êxodo populacional. Queremos que este concelho continue a ser próspero e que os nossos jovens encontrem aqui o seu futuro”, concluiu Amílcar Almeida.

Share.

Deixe Comentário