Foi um tema de conversa recorrente durante o domingo da Taça de Portugal de Supermoto, a possibilidade de uma prova internacional se realizar em Chaves.

O presidente do Clube Motard de Chaves, Filipe Carvalhal, reconheceu que “há conversações” para que isso seja uma realidade no futuro.
“Temos o problema de o kartódromo ser muito curto, mas se conseguirmos alongar a pista é uma perspetiva receber o mundial e europeu que funciona em conjunto. Por parte do clube vamos lutar sempre por trazer eventos para Chaves”, garantiu.
Isto porque Osvaldo Campos, da Federação de Motociclismo de Portugal vê condições para ter uma pista de mundial, devido à possibilidade de utilizar o espaço do aeródromo. “Essa utilização e espaço dá panos para mangas, e podemos pensar mais alto. O kartódromo é pequeno mas se for alargado podemos pensar em voos muito mais altos”, explicou.
Também o vencedor da Taça de Portugal de Supermoto, e flaviense, Nuno Pinto, vê com bons olhos essa possibilidade. “Tem pernas para andar e vamos tentar fazer outras provas, ou melhor ainda, tentar trazer uma prova do europeu e mundial, que já há conversações. Acho que é possível e vamos tentar tudo para o fazer. Temos sítio para o fazer com boas condições”, lembrou.

DC

Share.

Deixe Comentário