Integrado num Programa de Animação Sociocultural que visa essencialmente promover momentos de recreação e lazer e, sobretudo, momentos de bem-estar entre os idosos, a comemoração dos Santos Populares junto dos utentes da Santa Casa da Misericórdia de Chaves decorreu durante a passada semana, em cada um dos diversos equipamentos sociais da instituição.

Uma atividade dinamizada pelos técnicos de animação sociocultural, marcada essencialmente por duas vertentes: a festa gastronómica, com a tradicional sardinhada e o convívio através da dança, com música alusiva às marchas populares, onde não faltaram os tradicionais martelinhos e manjericos.
Como é tradição, no repasto não faltou a sardinha, a entremeada, os pimentos, o pão centeio, o vinho e o caldo verde. Uma ementa do agrado dos seniores.
“Até debaixo de uma árvore se fazia o bailarico”, disse, sorrindo, Fernando Martins, utente de 88 anos que reside juntamente com a esposa no Lar de Santa Isabel, em Vilar de Nantes, e relembrou alguns hábitos do tempo da sua mocidade, em que “o realejo e a concertina” eram presenças obrigatórias, acrescentou enquanto brincava aos martelinhos com a esposa.
De acordo com os animadores, a comemoração de épocas festivas no seio da instituição contribui “para facilitar o processo de institucionalização, sobretudo para os utentes que residam nos lares há menos tempo, bem como incentivar a participação das famílias nas rotinas da instituição”, como se verificou em alguns casos.

Sandra Gonçalves

 

loading...
Share.

Deixe Comentário