Com o intuito de incentivar a fixação de empresas no concelho de Chaves, a Câmara Municipal reduziu o preço de venda, para 1,00 euro o m2, dos lotes que ainda se encontram disponíveis no Parque Empresarial (Loteamento do Parque de Atividades e Loteamento da Plataforma Logística Internacional do Vale do Tâmega). A medida foi aprovada na passada reunião de Câmara, de 3 de fevereiro, e sancionada na última sessão da Assembleia Municipal, realizada dia 15 do mesmo mês.

Esta medida surge no âmbito do esforço do Município de Chaves em adotar estratégias com o intuito de incentivar a fixação de empresas, apoiar a criação de emprego e combater a desertificação, tornando o investimento mais atrativo e promovendo, consequentemente, a criação de riqueza no concelho, mediante uma postura proativa em defesa da economia local, que permita manter as ofertas municipais competitivas perante outros territórios.

Com a oferta de preços mais competitivos na alienação de lotes na zona empresarial, a autarquia pretende ainda favorecer oportunidades de negócio, proporcionadas pelo atual quadro de apoios comunitários “Portugal 2020”, em prol do desenvolvimento local.

Saliente-se que a competitividade do Parque Empresarial é reforçada com a entrada no projeto-piloto “Selo de Qualidade e+”, desenvolvido pela ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos), o qual se traduz na implementação de melhorias na qualidade do serviço de energia, junto de “clientes sensíveis”, ou seja, de indústrias que pelas suas características e dimensões, necessitam de uma melhor qualidade do serviço prestado, tendo em vista a sua competitividade no mercado.

Recorde-se que, numa política de dinamização da área global do Parque Empresarial de Chaves, o Município, enquanto entidade promotora, já tinha alterado e diminuído a rigidez das regras de ocupação do espaço, destinando-o à produção industrial e logística (armazenagem e serviços), numa filosofia de funcionamento integrado, tendo também, em 2014, reduzido os preços de venda e de locação dos lotes da zona empresarial.
O Parque de Atividades de Chaves e a Plataforma Logística Internacional do Vale do Tâmega estão territorialmente implantados junto à A24, a cerca de 3 km da cidade, beneficiando de uma localização privilegiada, dada a sua grande proximidade a Espanha e à articulação da rede viária de acessibilidades, quer de Portugal, quer de Espanha, o que lhe permite uma maior proximidade aos restantes países da Europa.

Share.

Deixe Comentário