O piloto de Vila Pouca de Aguiar, André Pires, procura melhorar o 19º lugar obtido no ano anterior, na sua quinta participação no GP Macau, cuja edição de 2017 se realiza de 16 a 19 de novembro.

“O objetivo este ano é melhorar a prestação que fiz no ano anterior e procurar terminar o mais à frente possível”, destacou o único português presente, face à lesão de Tiago Monteiro, piloto do WTCC e que também tinha convite para participar na prova, mas que não irá estar presente.
Para André Pires, “correr em Macau é diferente dos circuitos ‘normais’ de velocidade, pois passamos maior parte do tempo a grande velocidade entre prédios e separadores de betão. Este ano vou integrado numa equipa 100% Portuguesa, o que me deixa muito satisfeito e orgulhoso, mas também por isso a responsabilidade é ainda maior. Conheço bem a moto com que vou correr e chegando a Macau, vamos procurar afinar motor e as suspensões de acordo com as condições climatéricas que iremos encontrar”.
O transmontano irá participar aos comandos de uma Kawasaki ZX 10 R, integrado na estrutura da Pro-Bike Team Portugal, moto que conhece bem, visto participar aos comandos do mesmo modelo no nacional de velocidade, onde esta temporada se sagrou vice-campeão nacional.
Esta será a sua quinta participação naquela que é considerada uma das principais corridas do mundo de ‘Road Racing’ e talvez umas das mais desafiantes, em virtude da elevada exigência do traçado, que coloca à prova em cada curva e metro do circuito, a experiência e destreza dos pilotos. Não participa quem quer, mas sim, e apenas, quem é convidado.

Share.

Deixe Comentário