Montalegre foi o município convidado da XIV Feira do Mundo Rural, evento que decorreu na Quinta de Bonjóia (Campanhã – Porto). O padre Fontes foi figura de cartaz na encenação que protagonizou na exposição dedicada ao concelho. Sob o lema “O melhor do campo vem à cidade”, o público assistiu à tradicional “queimada”, um dos símbolos da “Sexta 13” (próxima em outubro), cartaz que foi particularmente promovido. Houve, também, venda e degustação de produtos do concelho, confecionados pela mão do conhecido Chef Marco Gomes. Uma aposta ganha que reforçou o impacto da marca Montalegre.

A Quinta de Bonjóia acolheu a 14ª edição da Feira do Mundo Rural. A iniciativa, organizada pela Câmara do Porto, em parceria com o município de Resende, teve este ano como convidado o município de Montalegre que deu a conhecer as suas tradições através da muito elogiada exposição “Montalegre – uma terra mágica”. De resto, os expositores vieram de Norte a Sul do país onde promoveram artesanato, gastronomia, os valores patrimoniais, culturais e turísticos de Portugal, em particular os diretamente associados ao mundo rural. Durante os dias do evento houve animação, espetáculos musicais e atividades de interação com o público. Para o público mais novo, passeios a cavalo, pinturas faciais, esculturas de balões, uma aula de ioga e ainda um contador de histórias. Na área da gastronomia, não faltaram, como já é habitual, enchidos, queijos, vinho, doces regionais, entre outras iguarias.

Manuel Pizarro fez questão de receber o presidente e vice-presidente da Câmara Municipal de Montalegre à chegada ao espaço. Recorde-se que o convite partiu precisamente de Pizarro, na altura ainda em funções no executivo da autarquia do Porto. Um gesto que muito sensibilizou os autarcas de Montalegre. O cumprimento foi efusivo ao mesmo tempo que Pizarro fez questão de destacar a promoção «de excelência» que está a ser feita na Câmara de Montalegre. Prometeu que em outubro estará na celebração da “Sexta 13”.

 

Share.

Deixe Comentário