No último dia deste mês, em Cabril, realiza-se a atividade “Do Linhar ao Tear – Cultura Tradicional de Barroso”. Falamos de uma iniciativa enquadrada nos cinco projetos-piloto da rede CREATOUR, “Desenvolver Destinos de Turismo Criativo em Cidades de Pequena Dimensão e Áreas Rurais”. Os participantes terão a oportunidade de assistir a três etapas do trabalho com o linho: malhar, espadelar e assedar.

Os participantes “Do linhar ao Tear – Cultura Tradicional de Barroso” terão a oportunidade de assistir a três etapas do trabalho com o linho:
Malhar | Após ter sido seco e recolhido o linho é novamente estendido para ser malhado com força com os malhos de madeira. Aqui iniciam-se os martírios do linho.

Espadelar | Com a espadela e a espadeleira retiram-se os tomentos e a estopa ao linho.
Assedar | No sedeiro apura-se o linho retirando a restante estopa e deixando o linho limpo.
A esta atividade juntamos um workshop de fotografia etnográfica orientado pelo fotógrafo Luís Borges. O workshop será composto por diferentes momentos que passarão pela introdução à fotografia etnográfica, partilha de experiências fotográficas, recolha de material fotográfico e exibição de algum material fotográfico recolhido durante o dia.

Share.

Deixe Comentário