O novo treinador do Desportivo de Chaves, Daniel Ramos, manifestou a vontade de afirmar o clube de Trás-os-Montes na Liga, tendo como objetivo terminar na primeira metade da tabela.

O técnico que deixou o Marítimo, clube que orientou nas duas últimas temporadas, foi apresentado em Chaves na passada segunda-feira, dia 2 de julho, no arranque dos trabalhos, e, sem estabelecer um objetivo na posição final do campeonato, disse querer atingir “a melhor classificação possível”.
“Queremos ir vencendo, realizando um campeonato que seja benéfico para todos a vários níveis, para chegar ao fim e dizer que valeu a pena”, destacou.
Com o plantel ainda em aberto, Daniel Ramos manifestou querer um grupo de trabalho com 25 ou 26 jogadores.
“Faltam chegar novos jogadores, mas alguns estão já em trânsito. Sabemos aquilo que queremos, e vamos contratar a preceito”, garantiu.
De regresso ao clube flaviense, que orientou na temporada de 2004/05, o treinador de 47 anos disse ter a ambição de “chegar mais longe”, como a um clube de maior dimensão nacional ou de nível de competições europeias, considerando que o Desportivo de Chaves lhe pode “proporcionar isso”.

Daniel Ramos falou com os adeptos
No primeiro dia de trabalhos, a equipa técnica e o plantel do Desportivo de Chaves agradeceram aos cerca de 100 adeptos presentes no Estádio Municipal Eng.º Manuel Branco Teixeira, com Daniel Ramos a pedir para a bancada “união e apoio” entre todos.
“Nos momentos difíceis os adeptos são fundamentais para voltarmos aos bons resultados, pois vamos querer sempre vencer, mas nem sempre irá ser possível”, atirou o técnico, que foi aplaudido pelos sócios e simpatizantes presentes.

Bressan quer “manter ou melhorar”
O médio Renan Bressan, de 29 anos, um dos capitães do Desportivo de Chaves, também abordou o arranque da temporada, realçando que o objetivo passa por “manter ou procurar fazer melhor” que o sexto lugar atingido na época anterior.
“Vamos começar do zero, com novo treinador, mas sabemos que ele já demonstrou valor em Portugal, e que o clube continua a crescer, os jogadores estão contentes por estarem aqui e vamos querer fazer a melhor época possível”, assegurou o brasileiro, naturalizado e internacional pela seleção da Bielorrússia.

Um novo ‘valente transmontano’
O defesa-esquerdo Luís Martins é uma das novidades no plantel dos flavienses, depois de duas temporadas no Marítimo, que espera “corresponder ao máximo” às expetativas dos adeptos.
Natural de Valença do Douro, Tabuaço, distrito de Viseu, o jogador de 26 anos revelou ainda que se sente transmontano e, por isso, está “satisfeito por estar num clube que representa toda uma região”.

Equipa técnica definida
O treinador do emblema transmontano irá ter como treinadores adjuntos Renato Pontes, Tiago Sousa, Ricardo Ribeiro e Carlos Pires e como vídeo-analista Pedro Gonçalves.
O estágio de pré-temporada realiza-se em Quiaios, Figueira da Foz, entre 15 e 22 de julho.
Cinco da equipa satélite na principal
Depois do arranque, na passada segunda-feira, com um treino, na terça-feira o plantel realizou exames médicos e outras avaliações, regressando hoje aos trabalhos de campo.
Para já com o plantel ainda em formação, e com 20 jogadores à sua disposição, o técnico Daniel Ramos irá contar com cinco jogadores da equipa satélite do clube transmontano, que irão completar o grupo de trabalho durante os próximos dias.
Os médios Ruca, Afonso e Faissal, bem como os atacantes Mika e João Bachi são os jogadores à disposição da equipa técnica flaviense.

Diogo Caldas

loading...
Share.

Deixe Comentário