Decorreu, de 6 a 11 de agosto, mais uma edição da Feira Franca em Valpaços, evento que atraiu milhares de pessoas ao concelho. Produtos da terra, cultura e animação fizeram parte do cartaz deste certame.

Uma feira multifacetada que a autarquia de Valpaços faz questão de realizar nesta altura do ano, que pretende, segundo referiu Amílcar Almeida, presidente da Câmara de Valpaços, promover os produtos locais, tais como o azeite, vinho, folar, mel, doçaria, entre outros. “É, acima de tudo, um compromisso que temos honrado porque, como sempre disse, os nossos produtos são de excelente qualidade e cabe-nos a tarefa de dar a conhecê-los dentro e fora de portas. A vitalidade e a envolvência dos produtores nos eventos que organizamos, bem como naqueles em que participamos, comprovam que esta tem sido uma opção política acertada”, referiu.
A gastronomia também esteve presente na Feira Franca, com as “tasquinhas” a servirem o que de melhor produz Valpaços, podendo os visitantes, além de adquirir os produtos, saboreá-los.
A animação foi também uma constante, onde se destacaram os espetáculos musicais, dando uma forte atratividade à Feira Franca.
De edição para edição, a Feira Franca vai crescendo em número de stands, o que revela bem “o sucesso que este certame está a ter”, referiu Amílcar Almeida, acrescentando que os expositores sugeriram “alargar o número de dias da Feira”, uma situação que será ponderada.
Iniciando com a “Festa do Emigrante”, esta Feira pretende ser também um espaço de convívio para a comunidade emigrante valpacense que não poderá estar presenta nas festas da cidade, que se realizam no primeiro fim de semana de setembro.

Share.

Deixe Comentário