O arranque oficial da época termal em Chaves aconteceu no sábado passado, dia 10, ao som de mais de 80 gaiteiros de todo país e Espanha.

Já desde o tempo dos romanos que o poder milagroso das águas medicinais era bastante valorizado. Era nos inícios da primavera que se realizavam desfiles para ir a banhos e começar o novo ano de trabalhos agrícolas nas melhores condições de saúde. E foi esta época, com a música ancestral, que o município flaviense quis relembrar ao aliar a abertura das termas ao “1º Encontro Internacional de Gaiteiros”.

O encontro juntou na cidade mais de 80 gaiteiros, provenientes de todo o país e da vizinha Galiza, que desfilaram desde o Largo General Silveira até às Termas de Chaves, tendo como anfitriã a Academia de Artes de Chaves, a primeira escola do país a incluir o ensino da gaita-de-foles e de percussão tradicional. Chegados ao balneário, no interior houve tempo para um espetáculo tradicional de despique de gaiteiros que terminou no Hotel Aquae Flaviae.

A ideia “era criar muito ruído e animação para que os flavienses e as pessoas que utilizam as termas fiquem a saber que [as termas]estão novamente abertas, depois de várias obras de qualificação”, explicou o vice-presidente da Câmara de Chaves, Francisco Melo.

De acordo com o responsável, o balneário termal “está em plenas condições” para receber os habituais aquistas e também para conquistar novos utilizadores.
“As águas são mesmo milagrosas para a saúde, para os males do corpo” e para revigorar “o espírito e a mente”, sublinhou o vice-presidente da autarquia.
Francisco Melo destacou ainda as boas condições das instalações e equipamentos, o leque vasto de tratamentos diferenciados e a equipa de profissionais sempre presente.

“Aqui os aquistas têm todas as garantias de poder fazer a recuperação de que necessitam. Estamos muito confiantes de que o número de aquistas irá crescer”, frisou o dirigente.
Recorde-se que os tratamentos termais vão voltar a ser comparticipados pelo Serviço Nacional de Saúde, uma medida que tinha sido suspensa em 2011.

Cátia Portela

 

loading...
Share.

Deixe Comentário