Como corolário pelo trabalho desenvolvido no presente ano letivo, e pelo seu importante contributo na implementação de uma cultura de convivência pacífica no contexto escolar, a equipa de alunos e alunas mediadores/as, do Gabinete de Mediação Positiva de Conflitos, do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins, em Chaves, usufruiu de um dia diferente em Boticas, no passado dia 19 de junho.

Iniciaram o dia com uma visita guiada ao Centro Interpretativo do Parque Arqueológico do Vale do Terva, sediado em Bobadela, onde puderam observar vestígios e resultados dos estudos do património histórico e cultural da região, bem como o levantamento da flora e fauna da área onde o parque se insere, seguindo-se a visita à Lagoa do Brejo, formada após o abandono de uma mina de ouro romana. Durante a manhã visitaram ainda o Ecomuseu, mostra de materiais e instrumentos da cultura rural do concelho, bem como o Centro Europeu de Documentação e Interpretação da Escultura Castreja.

Rumo ao Boticas Parque – Natureza e Biodiversidade, localizado nos antigos viveiros florestais da Relva, o grupo visitou o espaço e todas as infraestruturas aí existentes, que proporcionam o contacto com a natureza, com uma vertente pedagógica e científica, onde relaxou e conviveu durante o resto do dia.

O Gabinete de Mediação, inovador e pioneiro, no âmbito do Programa Nacional de Promoção do Sucesso Escolar, pretende, entre outros objetivos, melhorar os comportamentos, fomentar a cidadania, a educação para a paz e a igualdade de género, promovendo a colaboração e o envolvimento de todos, incluindo os Encarregados de Educação. Neste ano letivo desenvolveu-se em várias fases, desde a realização de inquéritos por questionário a toda a comunidade escolar, ações de formação a docentes e não docentes e formação à equipa de catorze alunos mediadores. Estes colaboraram, através da mediação de pares, nas sessões semanais de desenvolvimento de competências relacionais e de auto conhecimento. A partilha das atividades dinamizadas pela equipa de mediação contribuiu para a construção e vivência de um ambiente inclusivo e participado, numa “escola de todos e para todos”.

Um agradecimento especial à Direção do Agrupamento que possibilitou e custeou esta visita e aos técnicos da Câmara Municipal de Boticas e do Boticas Parque – Natureza e Biodiversidade, que nos proporcionaram o acesso e informação aos equipamentos e nos receberam e guiaram com imensa generosidade.

Cristina Gomes e Cristiana Madureira

Share.

Deixe Comentário