O Centro de Formação da Associação de Escolas do Alto Tâmega e Barroso (CFAEATB) realizou este ano mais uma edição dos seus “Encontros Temáticos”, desta vez sob o lema “A escola e a sociedade (uma sociedade em metamorfose) em busca da inclusão”, destinada à progressão na carreira de educadores de infância e professores dos ensinos básico e secundário e aberta, simultaneamente, à comunidade.

O primeiro Encontro – “A Saúde e o Desporto” – teve lugar no dia 17 de fevereiro, no auditório da Escola Dr. Júlio Martins, e decorreu em dois painéis. De manhã, o debate “A Saúde em meio escolar e na comunidade” contou com as intervenções da médica interna Carla Veiga Rodrigues (UCSP Chaves A) e do enfermeiro especialista Paulo Jaime Costa (USP Chaves), que abordaram algumas das preocupações que absorvem o quotidiano das crianças e dos jovens em idade escolar. À tarde, as intervenções foram dedicadas à prática desportiva em geral, promovida ao nível das entidades desportivas, e ao Desporto Escolar. Intervieram os professores, de Educação Física, Paulo Sena (AE Dr. António Granjo) e Carlos Felisberto (AE Fernão de Magalhães), que discorreram sobre os aspetos motivadores da prática da atividade física e da formação das camadas jovens nos clubes.
O segundo Encontro realizou-se no passado sábado, dia 3 de março, na mesma escola, e teve como tema agregador “O mundo empresarial e a cultura”. O painel da manhã foi especificamente dedicado ao “mundo empresarial e o mercado de trabalho”, contando para isso com as intervenções de Jorge Paulo Santos (EPC, ACISAT) e de António Montalvão Machado (ADRAT). Nas conversas ressaltaram a reflexão havida em torno das saídas profissionais, a partir da conclusão do ensino regular e/ou profissional, e o inconformismo que resultou da abordagem cética – e também otimista – em torno da capacidade produtiva e das potencialidades empreendedoras do universo empresarial local e intermunicipal do Alto Tâmega.
O último debate, “Cultura e recursos endógenos”, resultou das palestras dos professores João Martins Batista (AE Dr. Júlio Martins) e Paula Cristina de Barros (AE Dr. António Granjo), que extrapolaram o tema para lá da simples intervenção local e sinalizaram alguns dos potenciais recursos endógenos que as políticas autárquicas e nacionais parece, foi referido, nem sempre terem sabido enquadrar-se ao nível dos anseios das populações.
Moderaram a diversidade de pontos de vista, ao longo dos quatro painéis, os professores Maria José Teixeira e Sérgio Machado (AE Dr. Júlio Martins), António Sousa e Silva (Escola Profissional) e Otília Monteiro Fernandes (UTAD).

Florêncio Freitas

loading...
Share.

Deixe Comentário