Ver mais em ChavesTV1.

Mais de uma centena de recrutas do 7º Curso de Formação Geral Comum de Praças do Exército do Regimento de Infantaria 19 juraram “defender a pátria” perante o estandarte nacional, numa cerimónia que decorreu na Praça de Camões, em Chaves.

A cerimónia, presidida pelo comandante da Brigada de Intervenção, general Francisco Ferreira de Sousa, marca o final da instrução militar básica ministrada pelo Regimento de Infantaria 19 (RI19) aos 122 recrutas que juraram bandeira na manhã de sexta-feira, dia 18. Depois do Juramento de Bandeira uma nova fase se seguirá nas vidas destes soldados, nomeadamente a fase de instrução complementar que os dotará das competências necessárias para sobreviverem num campo de batalha bem como de habilitações operacionais para poderem prestar serviço em outros quarteis militares.

“Hoje estes soldados assumiram perante Chaves, perante as suas famílias e os ilustres convidados um compromisso de honra para com o seu país”, referiu o comandante do RI19, João Godinho. Para os militares este dia “é um momento ímpar” que causa “um arrepio profundo” pois é chegado o momento em que juram defender a pátria mesmo que para isso tenham de sacrificar a sua própria vida.

No coração da cidade de Chaves estiveram presentes várias individualidades militares e civis, familiares e amigos dos recrutas. Esta é a segunda vez que a Praça de Camões acolhe a cerimónia do Juramento de Bandeira do RI19, um local que é bem visto pelo novo comandante.

“Os militares do RI19 estão sediados na praça forte da cidade de Chaves e nada melhor do que virem fazer o juramento de bandeira aqui no coração da cidade, tal como já aconteceu no passado. Ao assumir o comando da unidade pretendo dar continuidade ao juramento de bandeira neste mesmo local”, garantiu.
Aos jornalistas, o comandante elogiou ainda o trabalho desempenhado pelos que o antecederam pois “afirmaram o RI19 como um regimento de excelência no exército português” e por isso, agora, “compete-me a mim dar continuidade ao trabalho que eles desenvolveram e que o fizeram muito bem”.

Durante a cerimónia foram agraciados, com medalhas comemorativas, militares e antigos militares do RI19 e distinguidos os melhores recrutas desta primeira fase de instrução. Seguidamente foram lidos os deveres militares e proferida a fórmula do Juramento de Bandeira. O momento terminou com a imposição das boinas aos recrutas e com o desfile das forças em parada.

De referir que a cerimónia foi abrilhantada com vários momentos musicais a cargo da banda do Exército do Destacamento do Porto, chefiada pelo sargento Ernesto Loureiro.

Cátia Portela

Share.

Deixe Comentário