O Castelo de Montalegre faz parte do bolo financeiro de 11,5 milhões de euros, disponibilizado pela Direção Regional de Cultura do Norte, para valorizar castelos, catedrais, mosteiros e igrejas que estejam sob a sua tutela.

Os investimentos – para aplicar até 2020 – contemplam a reabilitação do setor nascente da muralha abaluartada, a qual colapsou em alguns trechos. Será, também, concluída a revitalização da praça de armas, no interior da torre de Menagem e da torre Furada. Nestas torres serão criadas condições de acolhimento a visitantes e instalado um núcleo expositivo.

Redação/CM Montalegre

 

Share.

Deixe Comentário