Emigrante português venceu, no passado dia 8, as eleições autárquicas na localidade de Bettendorf, no Luxemburgo, com 588 votos, mas renunciou ao cargo.

José Vaz do Rio é natural de Raiz do Monte, em Vila Pouca de Aguiar, mas vive há já várias décadas no Luxemburgo. No início do mês de outubro ganhou as eleições para a Câmara na localidade onde vive, mas decidiu renunciar ao cargo por receio de não estar à altura. Desta forma, o emigrante português passou a ocupar o cargo de primeiro vereador, e a quarta classificada, a advogada Pascale Hansen, assumiu o posto de burgomestre.
A decisão de José Vaz do Rio, que tem dupla nacionalidade, foi tomada, segundo o mesmo, “para o bem da autarquia” por ter apenas a quarta classe. O emigrante de 61 anos alegou ainda que iria ter algumas dificuldades nas reuniões do executivo camarário que se desenrolam em luxemburguês, língua com a qual não se sente muito confortável na oralidade.
O transmontano garantiu à comunicação social que a decisão foi tomada de “livre vontade” depois de se ter aconselhado com a família.
Apesar de não assumir o cargo de burgomestre da localidade de Bettendorf, José Vaz do Rio considera ter conseguido uma vitória, não só para si, mas também para todos os portugueses.

Share.

Comentarios fechados.