O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) Eurocidade Chaves-Verín foi selecionado pelo Comité das Regiões para contribuir com a sua experiência no debate sobre o papel dos AECT no futuro da União Europeia.

Sob o título “Contribuição dos AECT para o debate sobre o futuro da Europa”, a AECT Chaves-Verín, apresentará juntamente com o AECT Estrasburgo-Ortenau (entre a França e a Alemanha) e o AECT Eurometropole Lille-Kortrijk-Tournai (França e Bélgica) o seu modelo de cooperação de proximidade e as atividades realizadas nos últimos anos, como principal beneficiário de projetos financiados pelo programa Interreg Espanha-Portugal, com apoios FEDER.

Este seminário, que terá lugar em Atenas, Grécia, nos dias 3 e 4 de maio, reunirá as mais destacadas autoridades e especialistas em cooperação transfronteiriça da União Europeia, entre eles: o Serviço Europeu de Iniciativas Transfronteiriças (CESCI), representantes da Direção de Política Regional da Comissão Europeia, o Comité das Regiões, o governo helénico e outras experiências de cooperação grega.

O AECT Chaves-Verín reforça, deste modo, o seu papel como principal ator na cooperação europeia, conhecido como o “Laboratório Europeu de Integração” e representa para o Comité das Regiões o verdadeiro modelo de integração e proximidade. Uma Eurocidade que incutiu nos seus cidadãos um sentimento de pertença a uma comunidade, representando princípios como a subsidiariedade, a proporcionalidade, a solidariedade e a cooperação que a União Europeia estabelece nos seus tratados, garantindo um desenvolvimento social e inclusivo de todo o território.

A Eurocidade Chaves-Verín constituiu-se como AECT em 2013, ganhando personalidade jurídica própria em Portugal e Espanha. Desde a sua criação, avançou com a gestão partilhada dos serviços graças ao reforço do cartão de eurocidadão, à criação do destino fronteiriço Chaves-Verín “A Eurocidade da Água”, a criação da Rede de Mensagens de Turismo, a realização de estudos de viabilidade sobre gestão hospitalar, transporte e recolha de resíduos em todo o território fronteiriço. Estas conquistas permitiram a conquista do prémio Regio Star 2015, pelo melhor projeto de cooperação da União Europeia. Neste momento, Chaves-Verín é beneficiária de dois projetos Interreg Espanha-Portugal 2014-2020, cofinanciados por fundos FEDER no valor de 1,4 milhões de euros, com um período de execução até 2019, estando também a trabalhar na expansão da sua personalidade jurídica a todos os municípios do Alto Tâmega (CIM-AT e Mancomunidad de Verín).

loading...
Share.

Deixe Comentário